Buscar
  • Lucas Mantovani

C&M WATCH - 16/04/2020: A OMS e o consumo de álcool na quarentena, suspensão ou adiamento de tributo

Atualizado: Abr 21





Fala pessoal, meu nome é Lucas Mantovani e estamos começando mais um C&M Watch. Hoje é dia 16 de abril de 2020 e aqui nós vamos comentar as principais notícias que impactaram o Brasil e o Mundo.


Governo define meta de déficit primário de R$149,6 bi para 2021 e indica 10 anos de contas no vermelho

- https://epocanegocios.globo.com/Economia/noticia/2020/04/epoca-negocios-governo-define-meta-de-deficit-primario-de-r1496-bi-para-2021-e-indica-10-anos-de-contas-no-vermelho.html


O governo definiu nesta quarta-feira a meta de déficit primário para 2021 em R$ 149,61 bilhões, ante indicação anterior de R$ 68,5 bilhões, oitavo rombo consecutivo nas contas públicas do governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência), conforme projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias enviado ao Congresso.


No projeto da LDO, o governo indicou ainda um déficit primário para o governo central de 127,50 bilhões de reais para 2022 (contra -31,4 bilhões de reais antes), e um rombo de 83,31 bilhões de reais para 2023, na primeira projeção para o ano divulgada.


Com isso, serão 10 anos de contas no vermelho, com as despesas superando as receitas desde 2014, em cálculo que desconsidera o pagamento de juros da dívida pública.



Pausa no financiamento de imóvel pode dobrar valor das prestações


https://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/pausa-no-financiamento-de-imovel-pode-dobrar-valor-das-prestacoes/


Medida oferecida pelos bancos por conta da crise faz mutuários pagarem quase o dobro do valor postergado. A pausa de 60 dias no financiamento do imóvel, oferecida pelos bancos em razão da pandemia do novo coronavírus, tem um custo ao mutuário que não é pequeno. Apesar de as três parcelas que não forem pagas agora serem diluídas no saldo devedor, ao final do contrato isso significa pagar o dobro do valor.


Isso porque os juros são somados ao saldo devedor para quitação no final do financiamento.


É o que aponta simulação feita por Marcelo Prata, especialista em crédito imobiliário e diretor da Resale. Um financiamento de um imóvel de R$ 500 mil, por exemplo, com saldo devedor de R$ 400 mil, postergar três parcelas equivale a pausar o pagamento de R$ 11.967,63. No final do financiamento, o mutuário terá pago R$ 22.726,75. Ou seja, praticamente o dobro: mais R$ 10.759,30.


No levantamento foi considerado que o mutuário acabou de contratar um financiamento. Ou seja, não pagou nenhuma parcela ainda e quer utilizar o benefício da prorrogação. Portanto, para quem já pagou a maior parte do financiamento, ou está na metade do tempo, esse efeito será menor.



OMS sugere que países restrinjam bebidas alcoólicas durante quarentena


https://exame.abril.com.br/ciencia/oms-sugere-que-paises-restrinjam-bebidas-alcoolicas-durante-quarentena/


De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), governos e empresas deveriam reduzir a venda de bebidas alcoólicas durante a quarentena pelo coronavírus. Além do consumo excessivo de álcool ser responsável por prejudicar a imunidade do indivíduo, ele também pode ocasionar brigas dentro de casa, segundo a OMS.


A seção da Europa da OMS afirmou, nesta quarta-feira, 15, que bebidas alcoólicas não são úteis para proteger seres humanos contra o novo coronavírus.

Em comunicado oficial, a organização declarou que “medo e desinformação geraram um mito perigoso de que bebidas com alto teor alcoólico podem matar o coronavírus. Não matam.”



Saiba quais foram os impostos e tributos adiados, suspensos ou reduzidos em razão da pandemia do coronavírus


https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/04/15/impostos-tributos-e-contribuicoes-veja-o-que-foi-adiado-suspenso-ou-reduzido-durante-a-pandemia.ghtml


Mudanças beneficiam não só empresas, mas também pequenos negócios, microempreendedores individuais, empregadores de trabalhadores domésticos e pessoas físicas.


O governo anunciou uma série de medidas tributárias que adia, suspende ou altera o valor a ser recolhido aos cofres públicos e também os prazos de pagamento ou entrega de declarações.


O conjunto de medidas inclui:


  1. Prorrogação do pagamento dos tributos do Simples Nacional

  2. Adiamento e parcelamento do FGTS dos trabalhadores

  3. Adiamento do PIS, Pasep, Cofins e da contribuição previdenciária

  4. Redução da contribuição obrigatória ao Sistema S

  5. Redução do IOF sobre operações de crédito

  6. Prorrogação do prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda

  7. Redução de IPI de produtos médico-hospitalares

  8. Redução de imposto de importação de produtos médico-hospitalares

  9. Prorrogação da validade de certidões de débitos e créditos tributários


#investidor #investimento #empreendedorismo #notícia #análise #jurídica #advogado #advocacia #empreendedor #news #direito #sucesso #advogados #dinheiro #brasil #consumidor #oab #empreender #notícias #investimentos


4 visualizações

MARQUEI​

CNPJ nº.: 34.924.976/0001-72

CONTATO

(11) 99599-9820

(62) 98110-7572

contato@marquei.me

©2020 by Marquei.

Todos os direitos reservados